Principais mudanças na pele durante a gravidez

Durante a gravidez, o corpo da mulher sofre constantemente alterações, essencialmente alterações hormonais e físicas. Sendo estas as principais responsáveis pela alteração da estrutura da nossa pele. No entanto é fundamental salientar que nem todas as mulheres são iguais, logo nem todas sofrem alterações visíveis sobre a pele. Nos casos mais comuns, a pele de uma grávida pode vir a apresentar manchas, reações alérgicas, eczemas, irritabilidade e ressecamento.

Irritação e vermelhidão

Como sabemos, durante o período gestativo a pele da mulher encontra-se muito mais vulnerável e sensível à utilização de certos produtos. Sendo deste modo recomendado que consulte um especialista durante a fase gestativa, para que este lhe possa indicar se pode ou não continuar a utilizar esses produtos. Pois o nível de sensibilidade em que a pele se encontra, pode ou não suportar os componentes desses mesmos produtos, podendo vir assim a surgir da sua utilização irritação e vermelhidão sobre a zona onde fora aplicado.

Alteração do tipo de pele

Ao longo de todo o período gestativo, a pele de uma grávida encontra-se numa mudança constante, pois o nível de hormonas está sempre a aumentar. Deste modo a pele poderá vir a tornar-se seca ou oleosa. Logo se este for o seu caso é fundamental ter alguns cuidados, pois só assim irá conseguir uma pele saudável e bonita. Eis o que deve fazer:

– Evitar banhos demorados, devendo estes demorar no máximo 10 minutos;

– Quando tomar banho, deve regular sempre a temperatura da água para tépida;

– Após o banho hidrate o seu corpo, deste modo deve aplicar sempre um bom creme hidratante, devendo este ser indicado ou prescrito pelo seu médico;

Aparecimento de manchas

Como fora dito anteriormente, nem todas as mulheres sofrem alterações na pele durante a fase gestativa, porém entre 80% a 90% das gestantes existe o aparecimento de manchas escuras sobre a mesma. Essencialmente essas manchas acastanhadas tendem a surgir durante o terceiro mês de gestação e acabam por se acentuar nos últimos três meses da gravidez, uma vez que é nesses meses que a produção de hormonas atinge o seu pico. Em média sabe-se que as manchas que aparecem durante a fase da gravidez poderão demorar entre um ano a um ano e meio a desaparecerem. Porém existem algumas medidas que a poderão ajudar a atenuar e disfarçar estas manchas durante e após o período de gestação. Para isso basta:

– Usar diariamente protetor solar com elevado grau de proteção UV;

– Evitar expor-se ao sol durante muito tempo;

– Após a fase de aleitamento, poderá utilizar produtos que a ajudem a tornar as manchas da sua pele mais claras, devendo estes ser sempre prescritos pelo seu médico, de forma a evitar o aparecimento de irritações.

Aparecimento de alergias

O aparecimento de alergias, é talvez um dos problemas mais comuns durante a gravidez. Essencialmente as alergias mais comuns, passam por alergias a determinados alimentos e alergias a bijuterias. Sendo assim, para colmatar este problema é fundamental que identifique o agente causador das mesmas, de forma a elimina-lo do seu dia-a-dia. Caso não consiga identificar a causa do aparecimento das alergias é fundamental que consulte um especialista, para que este possa solucionar o seu caso.

Aparecimento de estrias

O aparecimento de estrias durante a gravidez é talvez um dos problemas mais comuns durante esta fase da vida de muitas mulheres. Essencialmente este problema surge devido à rutura de alguns tecidos da pele, devendo-se estas às alterações corporais desencadeadas pela gravidez. Normalmente as estrias tendem a aparecer nos seios, na barriga e na coxa. Porém apesar de ser um problema quase incontornável existem algumas práticas que a poderão ajudar a atenuar o aparecimento das estrias. Passo a cita-las:

– Manter o peso normal e adequado durante toda a gravidez;

– Usar bons cremes hidratantes com vitamina D e E, devendo estes ser prescritos pelo seu médico;

Aparecimento de celulite

Para além do aparecimento das estrias, a celulite também poderá aparecer em alguns casos, porém nada que uma boa alimentação, a ingestão diária de muitos líquidos, nomeadamente água e a realização de caminhadas diárias não resolvam.

20. Novembro 2012 by Editor
Categories: Saúde & Bem-estar | Tags: | Leave a comment

Leave a Reply

Required fields are marked *