O que evitar durante a gravidez

Durante a gravidez a gestante será aconselhada pelo seu médico obstetra a evitar ou eliminar certas rotinas, substâncias e alimentos do seu dia a dia no período pré-natal. Claro que este aconselhamento médico varia de mulher para mulher e depende do tipo de gravidez que segue.

O que evitar durante a gravidez

Na alimentação:

Carne mal passada – As carnes mal passadas devem ser evitadas devido a poderem transmitir parasitas e infeções graves tanto à gestante como ao bebé.

Peixe cru ou com alto teor em mercúrio – O peixe cru poderá deixar a gestante com uma intoxicação alimentar muito prejudicial ao período pré-natal, enquanto o peixe com alto teor em mercúrio, se ingerido em excesso, pode trazer deficiências a nível cognitivo e físico.

Ovos crus- Os ovos contêm salmonelas altamente prejudiciais à saúde do bebé, estes podem ser encontrados na maionese, mousse de chocolate e massa para bolos.

Queijos e enchidos- Os queijos e os enchidos apesar de saborosos são algo a evitar na gestação pois são uma grande fonte de bactérias (como a listeria), sendo assim extremamente prejudicial, tanto para a mãe, bem como para o filho.

Bebidas não pasteurizadas – Uma bebida não pasteurizada é uma bebida que não foi aquecida a uma temperatura que mate todos os microrganismos sem que se altere as suas características, sendo assim uma bebida menos segura para consumo.

Doces – Sendo a gravidez uma período em que a mulher aumenta naturalmente de peso esta deve ter cuidado em não ingerir alimentos com grande teor em glícidos pois estes podem trazer algumas complicações e doenças durante e/ou após a gravidez tanto à gestante como ao feto, um exemplo é a diabetes.

Nos hábitos de limpeza e higiene:

Produto de limpeza – A gestante deverá trocar o uso de produtos de limpeza agressivos por outros naturais e ecológicos. Esta troca deve-se ao facto de os produtos normais de limpeza terem tamanha agressividade que podem provocar asma e outras complicações de maior gravidade ao feto.

Pesticidas e repelentes de insetos – Tanto os pesticidas como os repelentes de insetos são produtos artificiais e venenosos, uma elevada exposição aos mesmos pode provocar casos de aborto, deficiências e atrasos físicos e mentas no feto, como tal a gestante deve evitar ao máximos estar em contacto com estes.

Estes pequenos cuidados a ter podem salvar a vida, da criança de nascer com algum tipo de deficiência. Porque a gravidez é um período em que a mulher fica mais frágil, para apanhar determinadas doenças que poderá afetar a bebé direta ou indiretamente.

Água da torneira

Apesar do que possam pensar, a água da torneira não é aconselhável para quem está grávida, além do mais contém cloretos, que servem para matar micróbios causadores de doenças. Os diferentes níveis dos químicos contidos na água estão em constante mudança, podendo ser estes os causadores de abortos e más formações no feto.

Tente, sempre que possa beber água engarrafada, para além de ser mais seguro, você tem a certeza que está a beber água que não tem qualquer tipo de químicos e assim não fazer mal à saúde do bebé.

17. Outubro 2012 by admin
Categorias: Saúde & Bem-estar | Tags: , | Comentar

Comentar

Required fields are marked *