Diabete gestacional, as diabetes durante a gravidez

Neste artigo vou-lhe falar sobre um problema que preocupa uma percentagem das mulheres – os diabetes gestacionais. Segundo os dados revelados num estudo Americano publicado no The New England Journal of Medicine, os diabetes gestacionais são diagnosticados a cerca de 18% das mulheres grávidas.

Diabete gestacional – O que é?

Com certeza que já ouviu este termo em algum lugar, mas conhece realmente o seu significado? Esta doença tem como base o aumento da quantidade de açúcar no sangue sendo que este facto pode ter consequência graves tanto para a mãe como para o bebé. Por esse motivo, é muito importante que as grávidas com diabetes gestacionais sejam acompanhadas por especialistas na área.

diabete gestacional

Diabete gestacional – Causas

Mas qual é o motivo para que esta doença ocorra e qual a razão para que seja mais frequente e propensa nas mulheres grávidas? O pâncreas é o responsável pelo aparecimento dos diabetes. Ou seja, quando este não funciona corretamente controlando a quantidade de açúcar que pode existir no sangue, dá-se o aparecimento dos diabetes.

Devido às alterações hormonais normais causadas pelo período gestacional, as mulheres grávidas têm mais propensão a desenvolver esta doença. Para além disso, durante este período a mulher tende a comer mais e a fazer menos exercício físico.

Diabete gestacional – Diagnóstico

Durante os exames de rotina do período pré-natal são requeridos alguns exames específicos para determinar se a grávida em questão está a desenvolver ou não este problema. Para que tenha uma ideia, logo na primeira consulta é pedido à mulher um primeiro teste, com o qual é possível analisar a quantidade de açúcar no sangue (em jejum). Caso o resultado seja negativo, o exame só será repetido entre o quinto e o sétimo mês de gravidez.

Diabete gestacional – Fatores de risco

Existem alguns fatores que podem contribuir para que tenha diabetes gestacionais. Nomeadamente:

  • Histórico de diabetes na família principalmente se for por parte dos pais, irmãos e/ ou avós;
  • Ter mais de vinte e cinco anos de idade;
  • Intolerância à glicose;
  • Índice de Massa Corporal (IMC) pré-gestacional superior a trinta;
  • Ter hipertensão;
  • Já ter tido diabetes gestacionais numa gravidez anterior;
  • Ter tido um abordo ou ter nascido uma criança com má formação sem causa aparente;
  • Ter a síndrome dos ovários policísticos.

Estes são exemplos dos fatores de risco mais frequentes, embora os diabetes gestacionais possam aparecer devido a outras causas.

Sou diabética – O que acontece se engravidar?

Quem já sofre de diabetes antes de engravidar tem de ter um período gestacional muito bem acompanhado uma vez que se trata de uma gravidez de alto risco. Neste tipo de gravidez não há lugar para descuidos. É necessário ser seguida de perto por especialistas. Arriscar é uma palavra que não se utiliza.

Diabete gestacional – Quais os riscos para o bebé?

E finalmente chegamos a uma das questões mais importantes. Quais os riscos que os diabetes gestacionais podem ter para o bebé? Os diabetes representam um alto risco para o bebé tanto durante o período gestacional como também durante o período neonatal. Alguns dos riscos que ocorrem com mais frequência são malformações congénitas, problemas respiratórios, nascimento prematuro e complicações metabólicas como a hipoglicémia (níveis de açúcar reduzidos no sangue).

Os diabetes gestacionais podem ainda levar a abortos. No entanto, caso o acompanhamento seja bem feito, o período gestacional pode decorrer com normalidade. É preciso é tomar as devidas precauções.

14. Fevereiro 2013 by Editor
Categories: Saúde & Bem-estar | Tags: , , | Leave a comment

Leave a Reply

Required fields are marked *